Skip to content
agosto 23, 2008 / ASCOM

Nepotismo: decisão do STF vai afetar os vereadores

RIO – A vereadora Andrea Gouvêa Vieira (PSDB), candidata à reeleição, comemorou bastante a decisão de quarta-feira do Supremo Tribunal Federal (STF), que proíbe casos de nepotismo nos Três Poderes. Nesta quinta-feira, Andrea denunciou que Câmara Municipal e prefeitura terão de substituir vários cargos públicos, ocupados por parentes.

– Até que enfim. Essa decisão já veio tarde. Existem três projetos tramitando na Câmara que levariam anos para passar – ressalta, ao destacar que a grande maioria da Casa adota a prática.

Segundo Andrea, o assunto está encerrado nesse país, “e isto vai ser importante para mudar a mentalidade das pessoas, para que elas saibam separar o público do privado”, arremata.

Recursos Humanos

Há um ano, a vereadora encaminhou requerimento para a mesa diretora a fim de saber se existiam casos de nepotismo ou nomeação cruzada nos órgãos da administração pública. Na época, a resposta da coordenadoria de Recursos Humanos – como a própria vereadora divulgou – “foi de que os sistemas cadastrais não registravam relação de parentesco entre os servidores municipais”.

A presidência da Câmara do Rio aguarda a publicação oficial da decisão do STF para tomar as providências e coibir a prática. – Reiteramos nosso compromisso com a legalidade e a ordem institucional – diz a nota oficial.

A lista de cargos públicos ocupados por parentes na Câmara e na administração Cesar Maia são muitos. No caso do prefeito, a vereadora relembra a primeira-dama, Mariangeles Maia, que é presidente da Obra Social, órgão beneficente que mantém convênios com o município e o governo federal, movimentando milhões por ano.

Além da primeira-dama, o prefeito também empregou a irmã Ana Maria Maia, como subsecretária de eventos, a cunhada Carmem Adela Ibarra Pizzarro, que é presidente da Fundação Planetário, e a sobrinha Anita Carolina Levy Ibarra, presidente do RioZoo, entre outros.

Por meio de correio eletrônico ao assessor parlamentar, Antônio Sá, Cesar Maia afirma que “para cargos políticos é possível nomear parentes”, no entanto, não respondeu às solicitações do JB para comentar as denúncias.

Na Câmara Municipal, Andrea cita outros casos, como a mulher do líder do governo, Paulo Cerri (DEM), que é chefe de gabinete do vereador, e a assessora dele, a cunhada. Cerri, contudo, defende-se:

– Minha mulher é única parente que trabalha em meu gabinete e é concursada há mais de 20 anos.

A reportagem tentou falar com Rosa Fernandes, Eider Dantas, Jorge Pereira, Aloísio Freitas, presidente da Casa, sem sucesso.

Fonte http://jbonline.terra.com.br/extra/2008/08/22/e220831392.html

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: